📝RESUMO DA MATÉRIA

  • A cúrcuma é derivada do rizoma de uma planta da família do gengibre e é nativa do Sudeste Asiático. Ela é conhecida por suas propriedades curativas há 4.000 anos.
  • A curcumina é o principal composto ativo da cúrcuma, que também contém antioxidantes, polifenóis e vitamina C.
  • A curcumina é de longe o composto mais estudado, apresentando segurança e não toxicidade, mesmo em altas doses. A curcumina tem baixa biodisponibilidade na sua forma crua, o que significa que o seu corpo tem dificuldade em absorvê-la de maneira eficaz.
  • Demonstrou-se que métodos de administração aprimorados melhoram a absorção de curcumina. Isto pode ter um impacto direto na sua saúde, pois é quase impossível aumentar as concentrações séricas apenas com suplementos. O consumo de extratos de curcumina de alta qualidade tem demonstrado grande potencial.
  • Quando consumida de forma eficiente, a curcumina possui propriedades únicas que promovem a saúde, tornando-a um suplemento valioso e único, com muitos benefícios.

🩺Por Dr. Mercola

A cúrcuma, reverenciada durante séculos na medicina e culinária tradicional, possui uma rica história rica em significado cultural e medicinal. Originária da planta Curcuma longa, nativa do sul da Ásia, sua tonalidade dourada e sabor distinto adornam pratos e cerimônias por milênios.

É provável que você já tenha experimentado o sabor vibrante da cúrcuma em curry, arroz e sopas. No entanto, é o ingrediente ativo, a curcumina, que desperta o interesse pelas suas propriedades terapêuticas. Grandes avanços foram feitos no aproveitamento do poder da curcumina e os diversos benefícios da curcumina para a saúde podem surpreendê-lo.

Cúrcuma – Uma estrela das especiarias, mas a curcumina brilha mais

A ingestão de alimentos e especiarias, como a cúrcuma, pode aumentar a função cognitiva e mitocondrial, além de melhorar o humor, ao mesmo tempo que diminui a depressão causada pela inflamação cerebral. A cúrcuma contém óleos essenciais, eugenol, caroteno, vitamina C e poderosos antioxidantes.

No entanto, são os curcuminoides, sendo a curcumina a mais pesquisada, que apresentam a maior gama de benefícios potenciais. Infelizmente, o uso terapêutico é bastante difícil devido à baixa solubilidade em água, baixa biodisponibilidade e metabolismo rápido.

Apenas cerca de 1% da curcumina que você ingere é absorvida pelo seu corpo. Isso tem motivado soluções, antigas e modernas, para ajudá-lo a aproveitar as propriedades bioativas da curcumina, melhorando a sua solubilidade.

Leite dourado

O leite dourado é uma solução potencial para a falta de absorção da curcumina, mas também se destaca como uma bebida deliciosa por si só. Também conhecido como “Haldi ka Doodh” em hindi, o leite dourado faz parte da cultura indiana há séculos. Ele pode ser consumido quente ou frio e traz vários benefícios à saúde. Não é estritamente necessário usar laticínios para fazer leite dourado. Eu recomendo leite de coco, se você escolher leite não lácteo. Mas se escolher laticínios de vaca, com certeza procure leite cru orgânico alimentado com capim.

As receitas variam, mas a cúrcuma é a fonte da cor e da reputação dourada desta bebida ayurvédica. É fácil de fazer e pode ser armazenado por vários dias. Outros ingredientes do leite dourado incluem gengibre, canela, mel e noz-moscada. Pode parecer um curry, mas o perfil de sabor com infusão de gengibre tem uma sensação quase cítrica na boca.

A mistura de especiarias oferece poderosas propriedades antioxidantes que ajudam na prevenção de danos celulares e na redução do estresse oxidativo. Isso contribui para as propriedades anti-inflamatórias nas quais se baseiam muitas das alegações de saúde.

O gengibre, muito adicionado aos alimentos e utilizado como suplemento, possui propriedades antioxidantes e anti-inflamatórias. A noz-moscada é usada há muito tempo por suas propriedades antimicrobianas e antioxidantes, mas pesquisas mais recentes também mostram potencial para o alívio da dor e redução das atividades inflamatórias.

Pimenta do reino aumenta a absorção de curcumina

Se você quer aumentar a biodisponibilidade da curcumina, a pimenta do reino é uma adição crucial. Foi demonstrado que a piperina, o principal componente ativo da pimenta do reino, aumenta a biodisponibilidade em 2.000%. Ela pode ser adicionada às receitas de leite dourado, junto com a cúrcuma em pó e com suplementos de curcumina de alta qualidade.

Adicionar pimenta do reino ao leite dourado também é uma prática apoiada por uma pesquisa que mostrou que a “combinação de curcuminoide e piperina” foi usada no tratamento dos sintomas da síndrome metabólica em 117 indivíduos que apresentaram estresse oxidativo e inflamação. De acordo com o estudo randomizado e controlado e uma meta-análise atualizada, o estado oxidativo e inflamatório apresentou melhora significativa, mesmo com suplementação de curcumina a curto prazo.

A combinação de curcumina e piperina potencializa os inúmeros benefícios da curcumina e atua de forma sinérgica para reduzir o estresse oxidativo e a inflamação em indivíduos com síndrome metabólica. A pimenta do reino não é uma solução única para todos, pois a piperina interage com as enzimas que metabolizam alguns medicamentos, criando potencial para efeitos colaterais adversos.

A pimenta do reino é um potente intensificador de biodisponibilidade, mas o número de interações entre alimentos e medicamentos tem levado os pesquisadores a buscar outros métodos para melhorar a biodisponibilidade da curcumina.

Alternativas à combinação de curcumina e piperina

Se você não conseguir usar pimenta do reino para aumentar a absorção da curcumina, agora existem métodos aprimorados. A melhor solução é um extrato de curcumina de alta qualidade. Um relatório do World Journal of Gastroenterology descobriu:

“Os recentes progressos na formulação de complexos de curcumina com outras substâncias, em particular com fosfolípidos, aumentaram muito a biodisponibilidade deste composto, resultando em uma maior absorção e a uma maior concentração nos tecidos humanos”.

O uso de adjuvantes em novas fórmulas líquidas e sólidas de curcumina tem se mostrado promissor, assim como os suplementos encapsulados em fosfolipídios. Cada método procura neutralizar a baixa absorção e a rápida eliminação da curcumina do corpo sem o uso de piperina.

Semelhante ao leite dourado, os lipídios da dieta podem afetar a solubilidade da curcumina. A cúrcuma deve ser consumida com alimentos ricos em lecitina, como ovos e óleos saudáveis, se você quiser aumentar a ingestão de curcumina sem o uso de pimenta do reino de maneira eficaz.

Sete benefícios mais impressionantes da curcumina para a saúde

Seja através do leite dourado, suplementação de alta qualidade ou uma combinação de cúrcuma e pimenta do reino, há muitas razões para incorporar a curcumina em um estilo de vida mais saudável. Apenas começamos a explorar seu potencial, e aqui estão sete benefícios mais impressionantes para a saúde.

Benefício nº 1: Melhore sua saúde imunológica com curcumina — Como componente da cúrcuma, a curcumina atua em conjunto com a vitamina C e outros compostos vegetais para melhorar a saúde imunológica. A curcumina inibe as respostas inflamatórias, reduzindo a produção de citocinas inflamatórias e aumentando a produção de citocinas anti-inflamatórias. Ao interromper a tempestade de citocinas hiperinflamatórias, ela diminui os danos celulares.

Os pacientes que receberam curcumina tiveram benefícios como redução da inflamação e alergias, e aumento da imunidade contra células tumorais e patógenos. As propriedades anti-infecciosas da curcumina mostraram potencial contra infecções virais e bacterianas.

Benefício nº 2: Tome curcumina para um coração mais saudável – A curcumina demonstrou efeitos protetores cardiovasculares em vários estudos. Investigações indicaram que ela modula as vias de sinalização responsáveis ​​pelo estresse oxidativo, inflamação, apoptose e proliferação.

A curcumina também pode abordar os fatores de risco para doenças cardiovasculares e os resultados da própria doença. O principal fator limitante encontrado em vários estudos foi a baixa biodisponibilidade da curcumina e o uso de formulações melhoradas mostra-se promissor.

Benefício nº 3: Saúde metabólica – A síndrome metabólica é um grupo de condições que juntas aumentam o risco de doenças graves. Uma dieta rica em polifenóis pode ser benéfica no tratamento de distúrbios metabólicos. A curcumina é um polifenol, um micronutriente encontrado nas plantas.

Uma área de particular interesse é a utilização da curcumina como tratamento para a síndrome dos ovários policísticos (SOP), um distúrbio endócrino associado à resistência à insulina, obesidade e hipertensão. Uma revisão sistêmica encontrou melhorias qualitativas nos níveis de glicose em jejum, insulina em jejum, colesterol total e lipoproteína de alta densidade em comparação com o grupo controle.

A doença hepática gordurosa não alcoólica e a aterosclerose são dois distúrbios metabólicos adicionais onde a curcumina se mostrou muito promissora.

Benefício nº 4: A curcumina trata do cérebro, humor e saúde mental – Estudos que focam a utilidade da curcumina como tratamento para transtornos depressivos maiores geraram resultados impressionantes. Uma meta-análise realizada em 2016 descobriu que a curcumina teve os seus maiores efeitos antidepressivos quando administrada a adultos de meia idade durante longos períodos de tratamento em doses elevadas.

Também foi demonstrado efeitos de melhoria do humor em idosos saudáveis, adultos com sobrepeso e obesos, mulheres com síndrome pré-menstrual, adultos com diabetes tipo 2, problemas digestivos auto-relatados e hipertensão.

Existem vários mecanismos propostos para um conjunto tão versátil de benefícios. Estes incluem melhorar a atividade mitocondrial e restaurar os níveis de serotonina, dopamina, noradrenalina e glutamato. Acredita-se também que ela atue no nível intestinal, normalizando a permeabilidade intestinal.

Benefício nº 5: Melhor saúde e mobilidade das articulações – Já discutimos as muitas maneiras pelas quais as propriedades anti-inflamatórias da curcumina podem beneficiar sua saúde. A saúde das articulações e a mobilidade podem ser adicionadas a esta lista. O impacto da curcumina vai muito além da maioria das outras especiarias.

Um estudo com 367 pacientes com osteoartrite descobriu que tomar extrato de cúrcuma três vezes ao dia era comparável a uma dose de 1.200 miligramas de ibuprofeno. Neste caso, 95% dos pacientes ficaram satisfeitos com o resultado do tratamento.

Como a curcumina não possui grande biodisponibilidade no início e representa apenas 1% a 6% do peso seco da cúrcuma, consumir uma curcumina de alta qualidade com gordura ou pimenta do reino aumentaria os níveis séricos desse poderoso nutriente.

Benefício nº 6: Promova uma pele saudável com curcumina — Devido à sua forte cor amarela, os benefícios potenciais da curcuma e da curcumina tópicas foram um tanto esquecidos. Existem condições relacionadas com a pele onde o seu efeito anti-inflamatório se mostra promissor, como a psoríase, onde ela foi considerada muito mais eficaz do que o gel placebo.

Embora o uso tópico da curcumina seja baixo em comparação com estudos sobre as suas propriedades farmacológicas a nível molecular, uma revisão de 19 estudos clínicos mostrou o seu grande potencial como agente tópico. Até que os tratamentos tópicos estejam mais disponíveis, a capacidade da curcumina de reduzir os danos celulares pode reduzir rugas, manchas escuras e outros sinais de envelhecimento.

Benefício nº 7: A curcumina promove a saúde intestinal – A curcumina também pode ajudar na digestão e atua com o microbioma intestinal para melhorar a função imunológica. O Journal of Evidence Based Integrative Medicine descobriu que a curcumina aumentou a diversidade de cepas de bactérias benéficas mais do que a cúrcuma inteira, ao mesmo tempo que reduziu os patógenos.

A diversidade microbiana no grupo da cúrcuma aumentou 7%, enquanto este número aumentou para 69% no grupo da curcumina e diminuiu no grupo do placebo – um grande lembrete de que existe um mundo de diferenças entre a curcumina e a cúrcuma.

A curcumina também pode beneficiar o intestino, aumentando a permeabilidade da barreira intestinal. Isto aborda de forma direta questões como SII, doença celíaca e doença de Crohn. Existem muitas maneiras de consertar a saúde intestinal e a capacidade da curcumina de melhorar a saúde do revestimento intestinal pode ser um aliado valioso.


🔍Recursos e Referências